Pesquisa ADEQUAÇÃO E PERCEPÇÃO DE APRENDIZAGEM DURANTE O ISOLAMENTO SOCIAL NO ENSINO FUNDAMENTAL DE UMA ESCOLA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO.

ADEQUAÇÃO E PERCEPÇÃO DE APRENDIZAGEM DURANTE O ISOLAMENTO SOCIAL NO ENSINO FUNDAMENTAL DE UMA ESCOLA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO.

  • Jorge Rosa Fatec Pindamonhangaba
  • Ana Paula Ribeiro Costa Assis
  • Lenir Regina Lico Morais
Palavras-chave: aprendizagem remoto, ensino fundamental; ensino publico

Resumo

Este relato a refere-se à solicitação da Secretaria de ensino de Santo André-SP na elaboração de Adendo complementando o planejamento devido as mudanças ocorridas na rotina em função da pandemia.

Em março de 2020 as escolas e a educação tiveram que se reinventar com as aulas à distância e o nosso planejamento a partir desse momento foi inserido no contexto digital.

Passaram a ser utilizadas ferramentas diversas através dos celulares, computadores, notebooks e essas passaram a ser o acesso às informações e atividades aos nossos alunos pais e responsáveis.

Foram criados grupos de Whatsapp para comunicação e interação para que se não se perdesse o contato com a professora e o contato dos amigos, através de incentivo que um pudesse dar ao outro com os vídeos e atividades prontas postadas nos grupos ou por e-mail.

A aceitação sobre o novo método não foi fácil, com muita persistência, paciência e disposição por parte dos professores e pais, que passou a ser o canal de envio das atividades e juntos aos alunos. Fizemos vídeos aulas explicativos para facilitar, sendo que nossos alunos são crianças e em fase de alfabetização.

Como incentivo à leitura foram preparados vídeos de leitura de livrinhos gravado pelas professoras, criou-se por parte da secretaria  da educação um aplicativo Centro de Mídias São Paulo, e através dele as atividades também estão sendo passadas e assistidas pelos alunos, que conseguem ter acesso também  a transmissão  das aulas pela TV Univesp e pelo Youtube.

Infelizmente, o acesso ainda não é de alcance de todos - os alunos que tem recursos de acesso, nos dão uma devolutiva positiva do nosso trabalho.

A aplicação das Avaliações de Aprendizagem (AAPs) foi de forma digital também com vídeos explicativos enviados pela Secretaria da Educação servindo de auxílio às famílias. Os professores ficaram à disposição dando o suporte no caso de dúvidas no momento da aplicação.

A avalição é realizada de forma contínua, de acordo com os feedbacks das atividades, da participação de cada aluno, seu engajamento e desempenho observados pelos vídeos, acessos ao CMSP e pelo apoio e participação constantes dos pais.

Alfabetizar os alunos neste cenário exigiu muita força de vontade para que eles tivessem interesse, e isso aconteceu de forma satisfatória na nossa percepção. No caso dos alunos de 6 a 7 anos a parte mais interessada passou a ser a dos pais e responsáveis, atingindo os objetivos de ensino e aprendizagem positivos. Essa parceria se desenvolveu de forma muito eficiente – e, nos casos em que não tivemos sucesso, os motivos foram dos mais diversos e complexos – tal qual é a situação dos tempos que estamos vivendo.

Publicado
2020-11-30
Seção
Dossiê Especial Tecnologias na Educação